Um Plano Sinistro

As batidas no portão fizeram o soldado John assustar-se. “Quem diabos poderia ser aquela hora?!” Pensou ele, temeroso. Visitas no meio da madrugada não eram algo comum naquele fim de mundo. O Forte Brigg ficava exatamente na região sob contrução da muralha que pretende dividir o continente. Uma área extremamente perigosa por se tratar do único acesso livre ao território da Aliança. Ataques goblinóides eram extremamente comuns, mas visitas amistosas batendo à porta não.

John estava parado pensando no que fazer quando Otnar, seu parceiro da guarda e de turno disse:

– John! Ande logo! Você não escutou as batidas!

Mas uma voz  rouca vinda de fora dos portões, cortou o silêncio da noite.

– Abram a porta! Eu sou Yatos, mensageiro do Duque Treadroy! Tenho uma carta a ser entregue ao Coronel Tiberius!

John abriu a portinhola e viu apenas um homem alto e encapuzado. “Como ele chegou até aqui sozinho! Andar sem uma escolta por toda essa distância e à noite é loucura! Tem alguma coisa estranha nisso!” Pensou ele!

-Andem logo! Me deixem entrar! A mensagem do duque não pode esperar!

Otnar perguntou ao homem:

– Você tem alguma prova de ser quem diz que é?!

O mensageiro colocou a mão em seu bolso e retirou uma carta com o brasão do duque.

Imediatamente Otnar abriu o portão e deixou o mensageiro chamado Yatos entrar.

– John! – disse Otnar. Acompanhe o senhor Yatos até a o salão principal que vou localizar o coronel Tiberius.

Apesar daquela carta, John sentia que alguma coisa não estava certa naquele homem. Uma sensação ruim deixava John inquieto. Desconfiado, olhou o homem atentamente de cima a baixo à procura de algo que o denunciasse, confirmando sua suspeita, mas não achou nada.

Não aguentando mais de curiosidade, John perguntou:

– Vi que o senhor chegou até aqui sozinho e no meio da madrugada! Como foi possível? O senhor não teve medo?

O homem olhou sinistramente para John, fazendo com que um arrepio percorresse sua espinha, e disse:

– Não devo satisfações a um reles soldado! Contenha-se a sua insignificância!

John engoliu em seco. Não podia responder ao homem, devia respeitá-lo se quisesse ter uma carreira junto ao exército. Apertou o passo pisando secamente no chão até chegar ao salão.

– Fique à vontade senhor! – disse ele sarcasticamente. O coronel estará aqui em poucos instantes.

Alguns poucos minutos depois, adentram no salão dois homens, Otnar e o coronel Tiberius.

– Diga homem! O que o traz ao Forte Brigg no meio da madrugada interrompendo uma das poucas noites de paz que temos em nossa fronteira?! – pergunta o coronel.

– Primeiramente coronel, desculpe-me por chegar no meio da madrugada, mas a mensagem que carrego é deveras importante! Mas precisamos ficar à sós! – Disse Yatos.

O coronel olha desconfiadamente para ele, mas pede aos soldados que o deixem.

O soldado John deixa a sala, mas a sensação de que alguma coisa está para acontecer não o deixa tranquilo. Ele resolve dar a volta e tentar ouvir a conversa pela janela. Sabe que estará arriscando muito fazendo isso, mas sua curiosidade o instiga.

Saindo do prédio principal, ele pergunta a Otnar:

-Você não achou tudo muito estranho? O homem, a forma como ele chegou e tudo o mais.

– É John, agora que você falou, achei sim. Mas não temos nada com isso. É assunto do coronel e do duque.

– Mas Otnar, e se esse homem não for quem ele diz? E se ele fizer alguma coisa contra o coronel?

– O coronel sabe se defender! Ele não chegou ao cargo onde está se escondendo!

– Você pode se esconder se quiser Otnar, mas eu vou averiguar essa história!

– John o que você vai fazer?! Você acabará expulso do exército!!!!

Dando de ombros, John deixa Otnar e vai sorrateiramente até as janelas do salão, procurando a melhor posição. Ele escuta então a voz do misterioso homem.

– E então coronel?! O que posso dizer, temos seu apoio?!

– Você não tem nada!!! O que você me pede é traição!! Lutei muito por este reinado e pela aliança!!! Eu deveria mandar matá-lo, por fazer tal oferta!!!

– Então coronel, não me resta outra alternativa! Se o senhor não nos apoia por bem nos apoiará por mal!

Dizendo isso, o homem tira de seu casaco um pequeno frasco, retira a tampa e aponta para o coronel balbuciando palavras ininteligíveis. Seus olhos ficam esbranquiçados e de dentro do frasco sai uma névoa cinzenta que vai aumentando de volume na direção do coronel.

– Que bruxaria é essa?! Vamos ver se sua magia é páreo para minha espada?! – Diz Tiberius sacando sua espada.

O coronel tenta, em vão, acertar a névoa, mas é cercado pela mesma. A estranha fumaça entra pela boca e nariz do coronel abafando sua voz

John aterrorizado pela cena, pula a janela com sua espada chegando por trás de Yatos que não percebe sua aproximação. Com um golpe certeiro, ele deixa o homem desacordado. Imediatamente a névoa desaparece e ele corre em auxílio ao coronel.

Neste momento chega Otnar seguido por alguns guardas.

– Coronel!! O senhor está bem?! Escutamos barulhos estranhos e viemos correndo!

– Estou! – diz Tiberius, ofegante. Mas se não fosse por este soldado, nem sei o que aconteceria! Seu auxílio foi imprescindivel! Qual seu nome?

– Me chamo John, senhor! Deixei o maldito feiticeiro enganador desacordado. O que faremos com ele quando ele acordar?

Onde está o homem, John?! – diz Otnar

Ao se voltarem em direção ao homem misterioso, percebem que ele já não está mais lá.

– Coronel! Mas ele estava aqui agora mesmo! Para onde será que ele foi?!

– Na certa ele fugiu, soldado! Mas temos assuntos mais importantes para nos preocupar! A carta que ele me trouxe era apenas uma distração. Um plano mais sinistro está em curso! Deixem-me a sós agora! Preciso de tempo para pensar no que fazer!

John sai da sala junto dos outros soldados, preocupado com as palavras do coronel. Algo estranho está acontecendo em meio a guerra. Algo mais sinistro e sombrio! E ele teme pelo pior.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s